Voltar ao topo.Ver em Libras.

Missão

Visão 2020

Menu principal

Agri Stats fortalece atuação em suinocultura


« Mais recente🔀Categoria:Geral

Com clientes no setor no Brasil, Chile e México, consultoria vê mercado promissor e oportunidades de expansão
A Agri Stats, líder mundial em análises e relatórios estatísticos para a agroindústria, planeja expandir sua atuação no segmento de suínos na América Latina, em 2016. A consultoria realiza o trabalho de análise de custos e geração de gráficos de desempenho de produção para agroindústrias, cooperativas e frigoríficos. Nos Estados Unidos, onde atua há 11 anos, a consultoria é responsável pelo trabalho junto a 40% do mercado de suínos.

"Este mercado tem algumas particularidades, se comparado ao segmento avícola, outro setor em que temos nos destacado no Brasil. Como o ciclo de produção é mais longo, é preciso acumular os custos envolvidos até a terminação do suíno, ou seja, contabilizar também as fases de pré-desmame e creche”, explica Angélica Machado, gerente de contas da Agri Stats para o mercado de suínos.
Todo o trabalho da consultoria consiste em compreender as particularidades no processo da empresa cliente, por meio de visita técnica e avaliação dos números de produção. Após essa primeira análise, os dados são transportados para a metodologia da Agri Stats, que utiliza a mesma base de cálculos e permite comparar os custos entre todas empresas participantes do mesmo segmento. A comparação realista dos dados fornece informações valiosas, abrindo oportunidades para otimização do processo, redução de custos e aumento de competitividade. Essa avaliação envolve os processos de criação de suínos, fábrica de ração e frigorífico.

"Nosso diferencial é detalhar todos os custos envolvidos na produção do suíno, como reposição e depreciação de matrizes,  compra de ingredientes e  formulação da ração, medicação, mão de obra e custo estrutural da granja”, exemplifica. "Muitas empresas fazem a análise do custo mensal de produção em cada fase, mas é preciso avaliar o custo acumulado por lote terminado”.
Já com relação ao frigorífico, a Agri Stats analisa os o impacto dos custos mensais, produtividade de funcionários, eficiência da linha, tipos de cortes elaborados, apresentação e destinação do produto comercializado. Estes critérios auxiliam na composição dos custos e rendimento por tipo de corte.

Na avaliação da consultoria, o atual cenário econômico nacional e o aumento no preço dos grãos, abre um grande potencial para revisão de custos na suinocultura.

"Como um dos maiores produtores e exportadores de carne suína, o Brasil só tem a se beneficiar com o trabalho de análise e comparação de custos. Muitas vezes a empresa está em processo de redução de custos, mas não na mesma velocidade que o mercado e seus concorrentes. Além disso, podemos promover uma rica troca de boas práticas, sempre preservando a confidencialidade e visando a ascensão dos participantes”, avalia Angélica Machado.

Sobre a Agri Stats

Fundada nos Estados Unidos, em 1985, a Agri Stats é líder mundial no fornecimento de análises e relatórios estatísticos sobre custos de produção para a agroindústria. No Brasil desde 2012, a consultoria oferece benchmarking para os mercados de aves e suínos, com metodologia própria, equipe especializada e um banco de dados com informações de produção de toda a América. A Agri Stats gera relatórios customizados e estatísticos, que avaliam como a empresa cliente está posicionada em rankings de custos (de produção, mão de obra, transportes, manejo etc) e preços de venda, com o objetivo de proporcionar comparação real entre os valores investidos pelo cliente e demais empresas do mercado, identificando oportunidades para reduzir custos e aumentar a produtividade.
🛈ImprimirReportar erroTags:custos, produção, agri, stats, consultoria, mercado, suínos e brasil561 palavras9 min. para ler


Fonte:/Assessoria de Imprensa Agristats